A minha experiência com a Hostgator

Será que a minha experiência com a Hostgator foi boa? Continue lendo as próximas linhas…

Eu participo de vários grupos no Facebook e fóruns sobre blogs e sites. Se tem uma pergunta que aparece constantemente, sem exageros é: Qual a melhor hospedagem para sites, seja ele WordPress ou não?

Responder esta pergunta é difícil, pois uma empresa que foi excelente pra mim, foi um pesadelo para outra pessoa. O que eu gosto sempre de relatar é minha experiência. Não gosto nunca de dizer: contrata empresa tal que é a melhor que existe! Não dá pra ser assim.

E o que eu vou fazer neste post é justamente isso: compartilhar a experiência que tive com a Hostgator, uma das empresas de hospedagem de sites mais populares e baratas do país.

Como foi a minha experiência com a Hostgator?

Minha experiência com a Hostgator

Já contratei a Hostgator em duas ocasiões na minha “vida” profissional. A primeira foi lá em 2006, quando eu ainda estava bem no início das minhas operações na internet e precisava de uma hospedagem simples e barata.

Até então, só existia a versão internacional e mesmo pagando em dólares, ainda era muito barata. Contratei um plano revenda para poder hospedar vários sites em uma mesma conta.

A minha experiência com a Hostgator internacional não teve percalços. Os sites ficaram algumas vezes fora do ar, mas foi tão rápido que nem deu para perceber. Nas vezes em que precisei do suporte, também fui sempre bem atendida. Nesta época, só dava para conseguir suporte em inglês, uma vez que a empresa era internacional. Cancelei o serviço pois desisti dos sites que estavam hospedados por lá.

Passaram-se alguns anos e precisei novamente de um serviço de revenda para hospedar alguns projetos novos. Isto foi em 2016. Desta vez como a empresa já atuava por aqui, contratei a versão nacional, pagando em reais. Cotação saindo mais de três reais não colabora para contratar serviços gringos né!?!?!

Nos primeiros meses, achei o valor pago justo pelo que recebia. Pagava cerca de R$50 mensalmente. Fui cliente deles até meados de 2017. Até que tudo funcionou bem, pois eram sites pequenos que não exigiam muito do servidor.

Pausa para alerta sobre as hospedagens que oferecem recursos “ilimitados”

É muito comum ver empresas brasileiras oferecendo recursos ilimitados para hospedagem de sites visando atrair mais clientes. Só que não caia nesta furada. Uma vez que seu site passar a consumir muitos destes recursos por conta do acesso, é bem provável que seu site seja retirado do ar, para que os outros que estiverem no mesmo servidor não sejam prejudicados.

Empresas querem lucro, portanto querem colocar a quantidade máxima de sites em um servidor possível. Uma hora, o servidor pede água.

Bom, durante os meses em que trabalhei com eles, o Uptime Robot acusou poucas quedas. Já sobre a performance, era notável que ela um pouco inferior se comparada a outras empresas que eu trabalhava. Não era uma coisa absurda, mas um olhar mais atento notava que os sites (mesmo otimizados) na Hostgator estavam um pouco mais lentos. Mas isto não interferiu nos acessos nem no ranqueamento dos sites.

Jamais precisei entrar em contato com o suporte durante este período para resolver problemas. Só entrei mesmo para cancelar a conta.

O que me levou a cancelar a conta com a Hostgator?

A conta de “revenda” é vendida para os clientes como a “oportunidade para criar seu negócio na internet”. Como o próprio nome diz, é para você revender hospedagem. Só que quem trabalha com blogs e sites, geralmente contratava este tipo de serviço pela facilidade de se criar as contas individuais. Hoje, existem outras alternativas melhores e bem mais baratas.

Muitos sabem que a instalação de um certificado de segurança é cada vez mais importante. Estou falando do HTTPS. Serviços semelhantes ao oferecido pela Hostgator já ofereciam a instalação do HTTPS em todos os domínios. Só que para minha surpresa, ao entrar em contato com o suporte, fui informada que a instalação gratuita seria apenas no domínio principal da revenda. Se quisesse para os demais, deveria pagar pelo serviço por fora.

Mesmo tendo uma boa experiência com a Hostgator, este “serviço” me traria custos extras. Foi justamente por isso que mais uma vez deixei de ser cliente da Hostgator. Mas, não é porque eu não sou mais cliente, que você também não pode ser.

Na minha opinião a Hostgator é boa para quem está começando no mundo dos blogs e dos sites. Se você não quer gastar muito para ter um site, a Hostgator pode ser uma ótima opção. O valor é baixo, tem HTTPS e oferece um serviço de qualidade. Fuja sempre que possível das hospedagens grátis para WordPress. O barato sempre sai caro.

Agora, na medida em que seu site for crescendo ou decidir criar outros projetos simultâneos, considere mudar de empresa.

Se já tem muitos projetos ou clientes, recomendo, por experiência própria, que procure outros serviços. A hospedagem cloud como Digital Ocean oferece um serviço de extrema qualidade por um preço honesto.

Você usa qual serviço de hospedagem? Compartilhe a sua experiência conosco!

Curso Renda Online Passo a Passo

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários

  1. marcos disse:

    Muito legal a postagem, também já tive problemas com eles em questão de vários sites saírem do ar por conta do consumo. O que você acha da cloud da hostgator USA?