Vantagens e desvantagens de ser um blogueiro profissional

Já são mais de 10 anos trabalhando com blogs e sites. Em pleno 2018, quais as vantagens e desvantagens de ser um blogueiro profissional? Ainda vale a pena investir tempo em blogs? Os blogs morreram? Tentarei responder algumas destas perguntas nas próximas linhas.

contei aqui no blog como tudo começou pra mim. Acabei nesse mundo por acaso e por necessidade de encontrar um trabalho que me permitisse ser flexível com tudo que tinha para fazer. E para começar, só digo uma coisa para vocês: Faria tudo de novo. Mesmo 12 anos depois.

O meu principal objetivo com este post é mostrar pra você que existem sim, muitos obstáculos pela frente. Mas, superar cada um deles vai valer muito a pena. Vai te dar uma injeção de estímulo e superação que você nunca viu. É verdade que muita coisa mudou em 12 anos, mas sem dúvida ainda existem mais vantagens do que desvantagens em ser um blogueiro profissional.

Quais seriam as vantagens e desvantagens de ser um blogueiro profissional?

Antes de se tornar um blogueiro profissional, é importante se tornar um simples blogueiro. Uma das maiores causas de desistências de projetos é a falta de rentabilidade nos primeiros meses. Muita gente pensa que basta comprar um domínio, pagar uma hospedagem, escrever meia dúzia de posts e pronto. Só aguardar o dinheiro cair na conta. Eu levei mais de um ano até receber um pagamento por conta do que escrevia no blog. E o tal pagamento só pagava minha conta de internet. Mais nada.

Então, na hora de começar, tenha em mente que você terá que ser persistente e procurar sempre fazer o melhor. Se o seu trabalho for bom, a recompensa virá alguma hora.

As principais desvantagens de ser blogueiro profissional

Prefiro começar com as desvantagens pois se é para receber notícia ruim, que ela venha logo! Diz o ditado popular que sempre há uma luz no fim do túnel e por mais que os problemas só aumentem, eu tento encarar a vida desta forma.

Você não tem garantia de nada

Isso mesmo. Viver através de blog não te traz garantias. Seu site hoje pode bombar nas visitas, ter uma audiência qualificada, mas amanhã ele pode acabar. As pessoas podem te esquecer. Os anunciantes podem desaparecer. É como se o mundo acabasse. E pra muitas pessoas realmente acaba. É preciso utilizar o blog como uma ponte para outros negócios.

A renda é totalmente variável

Quem é blogueiro profissional, deve cada mais estudar sobre finanças. É muito difícil um blog manter uma renda constante. Tem meses que você terá rendimentos extraordinários, em outros poderá receber menos da metade do que recebeu no mês anterior. Planejar seus gastos e criar uma reserva é fundamental.

Você precisa estar preparado para ouvir críticas

As críticas sempre estarão presentes. Prepare-se para conviver com pessoas dispostas a te colocar para baixo e literalmente te chamar de lixo. Se você não tem emocional bom para lidar com estas situações, talvez este meio não seja para você.

O resultado pode demorar (muito) a aparecer

Se você é uma pessoa ansiosa e que quer resultados rápidos, desculpe-me dizer: Você não serve para ser blogueiro profissional.

Para começar a ter uma renda com seu blog, levará um bom tempo. É necessário criar uma identidade, uma reputação. Só algum tempo depois vai chegar um retorno financeiro pelo seu trabalho.

Para muitos, blogueiro ainda não é profissão

Você às vezes leva horas fazendo pesquisa, depois fica mais algumas horas escrevendo o texto. Mais outras horas para revistar o texto. Pensa que acabou? Não! Ainda tem que divulgar depois! Ter blog dá MUITO trabalho, mesmo assim, tem gente que não considera profissão e só falta te chamar de vagabundo. E sinceramente, não se sentir valorizado pode desanimar um pouco.

As vantagens de ser um blogueiro profissional

Tem lado ruim, mas tem o lado bom de ser um blogueiro profissional. Ter esta profissão significa nunca estar parado. Significa sempre ter novas metas. Significa sempre estar motivado.

Você pode trabalhar em qualquer lugar do mundo

Eu já morei em Curitiba, Juiz de Fora, Rio de Janeiro, em Londres. Em todos estes lugares, tudo que eu precisava para trabalhar era do meu computador e de uma conexão decente à internet. Trabalhar escrevendo em blogs me deu uma liberdade que eu jamais pensei em ter. Eu queria ter um negócio só meu, mas nunca pensei em poder “mover” este escritório para onde estivesse.

Eu não gosto de criar raízes. Não gosto de ficar muito tempo no mesmo lugar. Esta é uma grande vantagem para nós blogueiros. Podemos levar o negócio para onde quiser.

Você faz o seu horário

Quando você consegue finalmente estabilizar o seu negócio e dedicar 100% do seu tempo ao seu blog ou blogs, você pode fazer o seu horário. Tem dias que trabalho mais de 12 horas no dia, mas posso me dar ao luxo de tirar o dia seguinte de folga. Outra vantagem é trabalhar no horário em que sinto que sou mais produtiva. Isso vai variar de pessoa para pessoa.

O importante é que você encare tudo profissionalmente. Trabalho é trabalho. Respeite os horários e desligue todas as distrações que estão em volta.

Use o blog como plataforma para outros negócios

Lembra quando disse que uma das desvantagens era justamente não ter garantia de nada? Então. O blog não te dá garantias, mas você pode usá-lo para divulgar seus serviços. Eu por exemplo crio conteúdo e blogs para outras pessoas. Foi através de um blog pessoal que divulguei estes serviços.

Então, aproveite seus blogs para divulgar algum serviço que você faça bem. Se tem algo que você faz muito bem, jamais ofereça isso de graça.

Você ajuda pessoas e pode fazer novos amigos e parceiros de negócio

Além de ajudar pessoas com seu conteúdo, o blog pode gerar contatos que no futuro poderão se tornar amigos ou até parceiros de negócios. Grandes empresas nasceram assim, a partir de uma simples troca de emails.

Você está aprendendo sempre

Nestes últimos 12 anos muita coisa no mundo dos blogs mudou. A forma de divulgação, a forma de escrever, a forma de fazer dinheiro. Este é um meio que exige que você esteja aprendendo sempre. Você jamais deve se acomodar e sim se adaptar. O que hoje funciona muito bem para você, amanhã pode te arrasar.

Por conta dessas mudanças que tive uma queda, bem grande. Aos poucos estamos saindo do buraco, mas olha, é muito difícil e exige o dobro da dedicação.

Será que ser blogueiro profissional é pra você?

Esta é uma pergunta que você deve se fazer. Algumas pessoas simplesmente não conseguem se organizar ou se adaptar sendo “seu próprio patrão”. Jamais deixe seu emprego principal antes de estar bem estabilizado nesta nova profissão.

Uma pequena busca na internet, mostra pessoas trabalhando na praia, viajando o mundo, como se tudo fosse fácil. Não é bem assim. Quando se é blogueiro profissional, você é sim o dono da sua vida e justamente por isso, o controle deve ser redobrado e você deve sempre manter os pés no chão.

Quer trocar uma ideia sobre o assunto? Envie uma mensagem ou então use o campo de comentários!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!